Serviços

  1. Definir e diferenciar alcoolista, alcoólatra e dependente do álcool e explicar como agir no caso de lhe ser oferecido bebidas alcoólicas.
  2. Apresentar à sua seção um trabalho conceituando o que são bebidas alcoólicas, descrevendo tipos (fermentadas, destiladas, etc) e teores alcoólicos, relatando os malefícios que o consumo de bebida alcoólica pode causar, bem como alguns sintomas e consequências para quem faz uso da mesma.
  3. Apresentar ao examinador a legislação referente a dirigir embriagado, explicando qual a relação entre acidentes de trânsito e o consumo de bebidas alcoólicas.
  4. Descrever o trabalho de alguma instituição que realiza conscientização ao não abuso do uso de bebidas alcoólicas, apresentando um relatório para o examinador.
  5. Participar de um curso ou palestra sobre os malefícios do abuso do consumo de bebidas alcoólicas.
  6. Organizar uma visita da sua seção ou grupo a uma instituição de amparo a dependentes do álcool (Alcoólatras Anônimos, Desafio Jovem, etc), demonstrando que tipos de ajuda terapêutica existem para os dependentes.

 

  1. Apresentar para sua seção, através de exposição de imagens ou recurso  audiovisual, a história da maquiagem, destacando as principais descobertas históricas.
  2. Preparar a pele para receber a maquiagem destacando as etapas do processo.
  3. Apresentar para o examinador a função de cada tipo de pincel de maquiar.
  4. Aplicar, de forma correta, cílios postiços, demonstrando higienização e  armazenagem próprias.
  5. Demonstrar conhecimentos quanto à aplicação de blush para diferentes tipos  de rostos, destacando a que melhor se aplica a você.
  6. Preparar um cosmético caseiro.
  7. Saber quais os tipos de maquiagem ideal para cada tipo de pele (oleosa, mista  e seca).
  8. Fazer a limpeza correta de pincéis de maquiagem, destacando a diferença de  higienização dos de cerdas naturais para os de cerdas sintética.
  9. Executar 3 tipos diferentes de maquiagem: uma para o dia, uma para a noite  e uma artística.

  1. Realizar a Promessa Escoteira em Língua Brasileira de Sinais (Libras).
  2. Organizar e aplicar quatro atividades que envolva a temática da Pessoa com  Deficiência na sua Seção.
  3. Visitar e documentar o que foi observado em uma instituição que trabalhe  com a Pessoa com Deficiência;
  4. Escrever uma redação com o tema: O que eu tenho haver com a inclusão da  Pessoa com Deficiência?
  5. Discutir com o examinador o documento – Como Lidar com as Deficiências?  – produzido pelo Escritório Nacional da UEB;
  6. Apresentar quatro exemplos de utilização do Braille no cotidiano;
  7. Listar três pontos em que o Escotismo pode contribuir na vida das Pessoas  com Deficiência;
  8. Listar três pontos em que a convivência com a Pessoa com a Deficiência pode  contribuir na vida da criança ou jovem;
  9. Organizar uma campanha envolvendo a temática da Pessoa com Deficiência  na sua Unidade Escoteira Local ou na sua comunidade.

  1. Conhecer o alfabeto da Língua Brasileira de Sinais (Libras).
  2. Visitar uma entidade de apoio ao deficiente auditivo.
  3. Conhecer e apresentar o nome e o grito de sua seção em Libras.
  4. Saber a Promessa Escoteira em Libras.
  5. Conhecer as regras de gramática básica em Libras e apresentá-las a sua seção.
  6. Conhecer a história da Libras e descrever as diferenças entre as línguas de sinais no mundo.
  7. Ensinar uma canção escoteira a um integrante de sua seção em Libras.
  8. Ter uma conversação em Libras, de pelo menos 10 minutos, com um deficiente auditivo.
  9. Elaborar e executar um projeto de inclusão aos portadores de deficiência auditiva no seu grupo escoteiro.

  1. Definir o que é jardinagem.
  2. Apresentar 3 objetos decorativos de um jardim.
  3. Realizar uma palestra para sua Seção explicando o que são espécies nativas e exóticas.
  4. Plantar uma planta e transplantar outra.
  5. Explicar o que são folhagens, arbustos, árvores, trepadeiras e palmeiras.
  6. Realizar uma exposição fotográfica com 10 flores típicas de sua região.
  7. Construir um jardim em uma instituição ou praça e mantê-lo por no mínimo 3 meses.
  8. Montar um jardim vertical utilizando material reciclado.
  9. Apresentar os materiais utilizados na jardinagem.
  10. Demonstrar conhecimento em técnica de poda e enxertos.
  11. Apresentar as possíveis pragas que podem infestar um jardim e listar as receitas naturais úteis no combate.
  12. Acompanhar em um turno um jardineiro e apresentar um relatório sobre o seu trabalho.
  13. Apresentar para a sua Seção uma cartilha com fotos, contendo 30 espécies de plantas fitoterápicas, com seu nome popular, nome científico, características e para que serve.
  14. Construir um jardim fitoterápico com no mínimo 10 espécies citadas no item 13.
  15. Visitar um horto florestal ou similar, aprendendo a coletar e plantar 3 sementes de espécies diferentes, explicando para o examinador o que aprendeu.

  1. Explicar ao examinador o que é o vegetarianismo, descrevendo a diferença  entre vegetarianismo e veganismo.
  2. Conhecer e descrever alimentos de origem vegetal que suprem as necessidades  humanas de proteínas e vitaminas, dentro do vegetarianismo.
  3. Realizar, para sua Seção, uma apresentação sobre o vegetarianismo e suas  variedades (filosofia, religião, compaixão, saúde, etc), demonstrando quais são  os benefícios para a saúde de um adepto ao vegetarianismo.
  4. Preparar uma refeição vegetariana definida pelo examinador, selecionando  todos os utensílios e métodos de higiene necessários para sua preparação.
  5. Citar o modo de conservação de alimentos como frutas, legumes, vegetais,  verduras, conforme a temperatura ambiente.
  6. Ler e apresentar ao examinador um resumo de um livro sobre preparações  vegetarianas ou vegetarianismo.
  7. Elaborar e executar um cardápio vegetariano para dois dias de acampamento.  O cardápio deve conter todos os nutrientes essenciais para uma alimentação  saudável.
  8. Realizar, por um dia, um cardápio mateiro vegetariano com todas as refeições  de um acampamento. Por exemplo: Arroz em caixa de leite, pão de caçador,  batata assada, milho assado, seleta de legumes, pão de queijo, maçã caramelada,  etc...
  9. Preparar uma refeição vegana e uma sobremesa vegana.


 

  1. Demonstrar como usar a escova de dentes e do fio dental.
  2. Demonstrar como aplicar, na escovação dos dentes, a abordagem sistemática.
  3. Conhecer as dentições humanas, os dentes que as compõem e suas diferenças.
  4. Descrever como a cárie se desenvolve.
  5. Descrever como se desenvolve a gengivite, a periodontite e o tártaro.
  6. Explicar o que é placa bacteriana e sua relação com as doenças da boca.
  7. Descrever quais tecidos formam os dentes e suas estruturas de sustentação.
  8. Reconhecer os diferentes dentes e anotação dentária básica (odontograma), pelo sistema numérico por quadrantes.
  9. Explicar o que significa consumo inteligente de açúcar.
  10. Descrever as funções de proteção da saliva.
  11. Descrever as principais estruturas anatômicas visíveis que compõem a boca.
  12. Explicar a relação do tabagismo com o câncer de boca.

  1. Realizar uma compra no exterior e apresentar o comprovante de compra e o  produto importado.
  2. Identificar um determinado produto, à sua escolha, e classificá-lo na NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul), demonstrando em uma planilha as alíquotas e valores aplicados na sua importação.
  3. Realizar uma pesquisa sobre à exportação do Brasil, informando quais os principais produtos exportados e o principal destino das exportações  Brasileiras.
  4. Pesquisar sobre os principais Portos da América do Sul, e apresentar um gráfico ilustrado informando sua classificação no ranking.
  5. Realizar por email a negociação de um determinado produto com outro país, combinando preços e condições de entrega no Brasil; apresentar o email ao seu examinador.
  6. Realizar consulta sobre quantidades e valores que são isentos de tarifação para uma pessoa que está chegando ao Brasil por via aérea.
  7. Citar os principais órgãos controladores de entrada e saída de mercadorias do país.
  8. Visitar um Porto, à sua escolha, e realizar trabalho fotográfico, identificando maquinas e equipamentos responsáveis pela movimentação de mercadorias.
  9. Explicar a variação cambial do dólar, identificando como ela pode influenciar no seu dia a dia.

  1. Conhecer o código Braille completo.
  2. Visitar uma entidade de atendimento à pessoa deficiente visual.
  3. Conhecer, pelo menos, 2  equipamentos existentes que o deficiente visual  utiliza para escrever em Braille.
  4. Escrever a Promessa Escoteira em Braille.
  5. Conhecer a história do Braille, assim como o seu inventor.
  6. Escrever uma carta, em Braille, dentro da Sede, convidando alguma pessoa  cega para conhecer seu Grupo.
  7. Ler um pequeno livro de histórias em Braille para Alcateia do seu Grupo.
  8. Propor uma atividade de conscientização no Grupo sobre a Deficiência Visual.
  9. Conhecer, pontuar e apresentar pelo menos 5 materiais adaptados que facilitam  a vida de um deficiente visual.
  10. Doar um brinquedo ou livro adaptado para uma Instituição ou pessoa deficiente  visual.
  11. Conhecer as diferenças de pontos do Braille em 3 países distintos .
  12. Participar de um encontro semanal, de tempo integral, com os olhos vendados e  propor uma escala para que cada integrante faça o mesmo em outros encontros.

  1. Conhecer a história do café no Brasil.
  2. Conhecer no mínimo 4 métodos de preparo de café.
  3. Conhecer os utensílios de trabalho de um barista.
  4. Entender os selos existentes em uma embalagem de café (BSA, ABIC de Pureza, ABIC de Qualidade, RAIN FOREST).
  5. Saber as diferenças entre as classificações de café (Tradicional, Superior, Gourmet e Especial).
  6. Saber degustar um café, identificando: aroma, acidez, doçura, corpo, amargor.
  7. Saber preparar um café mateiro.
  8. Conhecer as etapas do beneficiamento do café.
  9. Saber a diferença entre café “robusta” e café “arábica”
  10. Conhecer os componentes de uma máquina de café espresso e seu correto funcionamento.
  11. Conhecer e saber preparar 3 bebidas usando uma máquina de espresso.
  12. Saber o que é Latte Art e aplicar a técnica corretamente.

  1. Conhecer o uso tridimensional do espaço de uma vitrine.
  2. Associar o período do ano ou a oportunidade de venda com a seleção do material a ser utilizado na decoração de uma vitrine.
  3. Listar as características de um cartaz apropriado para exibição em uma vitrine.
  4. Organizar e montar três vitrines diferentes, sendo uma de divulgação do Movimento Escoteiro.
  5. Saber pintar letreiros.
  6. Trabalhar durante 40 (quarenta) horas na organização de vitrine.
  7. Promover um debate com profissionais da área com a finalidade de ilustrar as técnicas básicas utilizadas na montagem de uma vitrine.
  8. Observar pelo menos dez vitrines, duas de cada tipo de estabelecimento, relatando suas observações sobre técnicas e procedimentos utilizados.
  9. Discorrer sobre o uso de cores e luzes nas vitrines.

GRUPO ESCOTEIRO JAGUARY - (134/SP)
Parque de Exposições Dr. Fernando Costa, s/n, Posto de Monta - Penha
Bragança Paulista - SP

Atividades aos sábados das 14h30 às 17h30
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. - webmaster: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.